Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \21\UTC 2009

Ao contrário do que muitos pensam o Efeito Estufa não é prejudicial ao Planeta Terra. Caso não houvesse o Efeito Estufa, a Terra seria 33 °C mais fria. A grande problemática do aquecimento global está relacionada ao excesso da quantidade de gases do efeito estufa (CO2, N2O, CH4) existente na atmosfera, pelo qual os humanos são responsáveis. Cada pessoa diariamente é responsável pela emissão desses gases, desde o simples ato de respirar, dirigir um automóvel, cozinhar, consumir energia elétrica ou produzir lixo. A Neutralização de Carbono é uma forma voluntária de combater as emissões dos gases de efeito estufa, onde árvores são plantadas para que, durante seu crescimento, absorvam o carbono liberado para a atmosfera,  fixando-o em suas biomassas através do processo de fotossíntese. Cabe lembrar que a neutralização só será eficaz se for acompanhada da redução drástica das emissões dos gases de efeito estufa, cuja fonte principal é a queima de combustíveis fósseis.

Cabe a cada um de nós nos responsabilizarmos pelos nossos atos, praticando ações não poluidoras.

O futuro do Planeta está em nossas mãos!

Fernanda Diniz

Read Full Post »

A busca incessante pela geração e comercialização de riquezas está levando a humanidade a uma grande crise ambiental, a qual tem alarmantemente sendo agravada. Embora o desenvolvimento tecnológico tenha proporcionado avanços na sociedade, ele tem, ao mesmo tempo, alavancado problemas e riscos ambientais que comprometem a qualidade de vida das gerações atuais e futuras.

É de conhecimento global a intensa exploração do Homem sobre a matéria-prima disponível no planeta, frente a sua capacidade de reposição, aliada ao aumento da população e, conseqüentemente, do consumismo (estimulados pelo meio de comunicação), fazendo com que haja um crescimento da quantidade de resíduos, tornando-se um sério problema para o meio ambiente.

Desta forma, podemos destacar alguns elementos que alimentam o mau uso dos recursos naturais, proporcionando o aumento destes problemas: a falta de ética das grandes corporações, a submissão dos governos às leis da lucratividade, a falta de conhecimento e critério dos consumidores e as desigualdades sociais. Entretanto, tais problemas têm feito o Homem repensar seus hábitos, formas e exploração dos recursos naturais e buscar solução para os resíduos produzidos.

Neste contexto, quando uma empresa se rotula como sustentável, espera-se que acredite e trabalhe a favor do desenvolvimento sustentável, cujo conceito é, segundo a Comissão Mundial de Desenvolvimento e Meio Ambiente (1987), atender às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de gerações futuras atenderem às suas próprias necessidades.

Assim, as empresas que quiserem se manter no mercado, terão que, cada vez mais, trabalhar de acordo com essa tendência, a começar pela avaliação de toda a sua cadeia produtiva, que inclui: a extração e compra de toda a matéria prima, a relação com fornecedores, a qualificação dos trabalhadores, as condições de trabalho nas fábricas, a linha de produção, logística e venda dos produtos, a lucratividade, a relação com os clientes e sociedade, a relação com o Setor Público e a destinação de todos os resíduos gerados.

Portanto, o processo de avaliação de uma empresa deverá abordar sua relação com o desempenho global, tendo em vista as questões básicas do seu perfil de produção, sustentabilidade ambiental de suas atividades e dos principais aspectos socioeconômicos envolvidos em sua gestão.

Renata Barini

Read Full Post »